terça-feira, 23 de maio de 2017

Escassez

Ser um ser profundo em dias tão rasos 
É afogar-se em sentimentos sem ter quem se importe ao teu lado 
São tempos de escassez 
Escassez de quereres
De carinho, de se importar 
Escassez de amor e de querer cuidar
Escassez de vontade de batalhar pra ficar
Escassez de laços, fim dos abraços e não mais amar 
São tempos voláteis e de vendavais 
Profundeza é pra quem tem fôlego 
E o céu pra quem não tem medo de voar
Sou um mutante nesse circo q é a vida 
Um peixe com asas
Ou uma ave que sabe nadar 
Ou talvez, não seja nada disso 

Talvez seja só uma mulher que vive na utopia de querer amar 


quarta-feira, 10 de maio de 2017

Doce sonho



De um doce
Trocaram palavras
Brilhou um sorriso 
Em cada coração 

E das convergências 
Perceberam que se conheciam
De longa data, em algumas horas
De gargalhadas trocadas

Encontraram-se ali
Na encruzilhada da vida
Nos descaminhos percorridos
Onde as almas brilham

E quase sem acreditar 
Descobriram que o amor 
Finalmente pousou naqueles corações 

Que não mais esperavam amar

sábado, 29 de abril de 2017

Amigo

Amigo é aquele ser iluminado 
Que veio ao mundo pra te 
dar carinho e encher de cuidado
Fala as coisas incertas nas horas certas 
Te tira de apuros e às vezes te joga em alguns amigo é aquela criatura que te faz
Sorrir quando estás chorando e que te faz chorar de tanto rir...
Amigo é aquele que quando você está errado, não te joga confetes 
Te sacode e joga pra realidade 
É aquele que te dá a mão pra você levantar, mostra o caminho que deves tomar...não o que deseja, mas o que é melhor pra você 
Amigo tem a sensibilidade de te perceber e te dar colo quando você menos merecer 
Confia à ti os segredos mais doídos, te mostra o lado mais escuro, e o lugar mais profundo que a sua alma pode ter
Amigos fazem conexão com a alma, se encontram em sonhos ou num 
Não importa a distância, eles estarão sempre próximos, onde o coração quiser

Amigos, apesar de você ser quem você é, eles ficam, te ama exatamente por isso...brigam com o mundo se for preciso, mas de ti, não arredam o pé...
café

domingo, 23 de abril de 2017

À Ti Minha Flor...


Existem dias em que o clima
Está em harmonia com o cinza da alma
O vento frio sopra, chuva fina cai.
Não sabemos se é por dentro
Ou somente do lado de fora
A tristeza invade
Não se sabe como e nem por quê
E do cinza fica preto
A escuridão prevalece
Mas quem está ao teu lado
Com certeza te reconhece
Sinto tuas dores,
Como se minhas fossem
Com meu corpo formo um laço
Num terno e carinhoso abraço
Atenuando tua dor e sofrimento
Acalmando-te desse sufocamento
Se nessa vida fosse um anjo
Tiraria tuas dores
Colocaria só alegrias
Cobertas de muitas flores
Mas há de chegar o dia
Em que o sol voltará a brilhar
Surgindo no horizonte à te iluminar

 


domingo, 16 de abril de 2017

Aos meus afetos


Minha casa sou eu, meu corpo, onde minha alma flui, ora se limita, ora extravasa
Alma que extravasa em lágrimas quando o sentimento é forte demais 
Alma que extravasa em letras e forma poesia 
Alma que extravasa em afeto e enlaça através do carinho
Sou apegada aos meus afetos
Apego-me à pessoas, memórias, momentos, à vida!
Todos aqueles que me cativam têm meu afeto
Afeto de amiga
De mulher
De mãe...esse o mais sublime 
Não sei praticar o desapego de pessoas
Meu desapego é por coisas que não cabem no meu coração...
Sim, coisas das quais você não carrega na alma
Não transcende a vida 
Não ouve no teu mais profundo silêncio 
Minha alma, minha vida, meu silêncio só pode ser dividido com meus afetos
Afetos que ouço no silêncio, carrego na alma e transcendem a vida!
É preciso dar o melhor de mim, pois 

Quem me cativou certamente deu o melhor de si... 

sábado, 15 de abril de 2017

Quando será

Quando será
Que nossos olhos irão se cruzar
E com um sorriso irão se fixar?
Quando será
Que minhas mãos segurarão as tuas
Que teus lábios tocarão os meus?
Quando será
Que teu abraço formará um laço 
Nesse corpo que anseia pelo teu?





domingo, 19 de março de 2017

Expectativas

No conforto dos nossos nadas
Existe um incômodo chamado algo
Que insiste em quebrar o silêncio
Das nossas almas perturbadas

Esse algo me inebria,
Vem como o vento
Forte, intenso, invadindo a alma
Imaginar que está perto,a pele arrepia

Como a vida é feita de movimentos 
E não se vive só de palavras 
A atitude que te falta
Em breve, sobrará em arrependimentos

Expectativas alheias não se deve alimentar 
Portanto, não catives um coração se não pretendes ficar...